Descrição do Serviço

A geometria da direção de um veículo tem um impacto direto na condução. Afeta a segurança, a estabilidade, o equilíbrio e o conforto na estrada. Assume igual influência no ambiente e nos custos de manutenção do automóvel. O efeito – positivo ou negativo – é determinado pelo estado do alinhamento ou desalinhamento das rodas.

O Alinhamento de direção é um processo que visa ajustar os diversos ângulos das rodas de um carro aos valores originais estabelecidos pelo fabricante, com recurso a medições e correções de grande precisão.

Durante a operação, são colocados sensores em cada uma das rodas e, através de um computador, torna-se possível comparar os ângulos às especificidades do veículo. É dessa comparação que resulta a formatação dos valores, concretizada por um técnico qualificado. O objetivo é colocar as rodas de cada eixo paralelas entre si e perpendiculares ao pavimento.

Durante este processo, são corrigidos os seguintes aspectos:

  • Convergência e divergência.

    Teoricamente, as rodas de um carro deveriam estar paralelas quando são observadas de frente. Porém, esse paralelismo vai-se perdendo, devido a folgas nos componentes que interagem com a direção. Daí resultando um desvio convergente (fecho para o interior) ou divergente (abertura para o exterior) dos pneus.

  • Inclinação.

    Também denominado camber, trata-se do ângulo de inclinação das rodas em relação ao plano vertical. A queda é positiva se a parte superior do pneu pender para fora, sendo negativa se pender para dentro. Qualquer dos cenários pode provocar um desgaste irregular da banda de rodagem.

  • Avanço.

    Consiste no ângulo formado pela inclinação do eixo de direção em relação ao plano vertical. O avanço é positivo se o topo estiver inclinado para trás, negativo se estiver inclinado para a frente. Este elemento tem uma enorme influência na estabilidade do carro, podendo fazer com que uma das rodas o ‘puxe’ para um dos lados.

Tem toda a vantagem em alinhar regularmente a direção pois tem:

  • Maior aproveitamento dos pneus.

    O desgaste da banda de rodagem acontece harmoniosamente e a um ritmo inferior. Já um desarranjo mínimo do paralelismo de uma roda influencia o consumo prematuro dos pneus e o fim antecipado da sua vida útil.

  • Melhor desempenho.

    O comportamento do veículo é otimizado e equilibrado. A aderência à estrada é mais efetiva e a direção torna-se mais leve e fácil de manipular, proporcionando maior controlo e conforto.

  • Mais segurança.

    A estabilidade assegurada pelo alinhamento de direção tem eco na segurança rodoviária, pois os riscos de acidente diminuem. Além disso, permite ao automobilista focar-se na condução e não em tentar ‘segurar’ o carro por causa dos desvios de trajetória típicos de uma direção desalinhada.

  • Economia de combustível.

    Manter a direção alinhada também significa poupar combustível, dado que permite minimizar a resistência ao rolamento. Um depósito dará para mais quilómetros.

  • Menos despesas de manutenção.

    Um carro com as rodas coordenadas evita avarias e prolonga a vida dos seus componentes de direção e suspensão. Nesse sentido, também a vida útil do veículo aumenta..

Deve fazer um alinhamento de direção uma vez por ano ou 20.000 km após o último alinhamento ou então

  • Sempre que montar pneus novos ou substituir peças da suspensão ou da direção.
  • Quando detetar um desgaste irregular dos pneus ou o consumo excessivo de combustível.
  • Se notar um descentramento do volante ou um desvio da trajetória do carro em linha reta.
  • Caso o automóvel tenha sofrido um impacto muito forte na estrada.

A Garagem Rio de Janeiro assegura através da sua equipa de Profissionais Qualificados a realização do melhor serviço, seguindo todas as recomendações do fabricante para a sua viatura em específico.

© Copyright 2019 Garagem Rio de janeiro Desenvolvido por pc4d